PESCADOS

Produção de tilápia cresce 11,9% em 2018



31.05.2019 - 05:11

 

Segundo os dados do anuário Peixe BR da Piscicultura, a produção de tilápia atingiu 400.280 toneladas em 2018, um crescimento de 11,9% na comparação com o ano anterior. Atualmente, de acordo com o Censo Agropecuário 2017, do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia -, há mais de 455 mil unidades de criação de organismos aquáticos em todo o Brasil.

A região Sul permanece na liderança com 273.015 estabelecimentos, responsável por 60%, seguida pelo Sudeste (57.074), Nordeste (48,881), Norte (48.286) e Centro-Oeste (28,285). Os cinco estados líderes em produção de tilápias são Paraná (123 mil toneladas), São Paulo (69.500 t.), Santa Catarina (33.800 t.), Minas Gerais (31.500 t.) e Bahia (24.600 t.), que juntos produzem cerca de 70% de toda tilápia nacional.

O Brasil é o quarto maior produtor de tilápia, ficando atrás da China (1,86 milhão de toneladas), Indonésia (1,25 milhão t.), Egito (860 mil t.) e à frente de Filipinas (330 mil t.) e Tailândia (250 mil t.). De acordo com a FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação - o mundo produziu 84 milhões de toneladas de peixes de cultivo em 2018 e o objetivo é superar 100 milhões de t. em 2025. A tilápia foi responsável por 6 milhões de toneladas em 2018 e o Brasil contribuiu com aproximadamente 400 mil t., representando 6,67% do total global.

De acordo com a FAO as perspectivas são as melhores para este ano, já que a China deve produzir em torno de 1,93 milhão de toneladas, seguida por Indonésia 1,35 milhão de t., Egito 900 mil t., Brasil 450 mil e Filipinas 350 mil t. No passado, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior e Serviços (SECEX), o Brasil exportou US$ 136 milhões em pescados congelados, frescos e refrigerados. Deste valor, em torno de US$ 5,5 milhões foram da exportação de tilápias, espécie responsável por 55,4% da produção total de peixes do Brasil. Apesar da produção de peixes cultivados, o Brasil é um grande importador de pescados, sinalizando para toda a cadeia que é possível crescer bastante.