NUTRIÇÃO INFANTIL

Nestlé inaugura Centro de P& D na Irlanda



24.01.2019 - 03:13

A Nestlé investiu € 27 milhões (cerca de R$ 116 milhões) em seu novíssimo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, instalado na fábrica de Limerick, na Irlanda. O local é voltado para a pesquisa científica, com o objetivo de apoiar inovações no desenvolvimento de produtos de nutrição materna e infantil, com base em leite para o mercado global.

O Centro levou três anos para ser construído e terá mais de 40 profissionais trabalhando nele. O Centro fica no mesmo site da fábrica de produção da Wyeth Nutrition, da Nestlé. A Wyeth Nutrition Ireland produz uma gama de produtos premium de leite em pó para bebês, crianças pequenas e mães, exportando para muitos países.

A Nestlé desenvolverá no Centro de P&D produtos premium para mães e crianças em laboratórios com equipamentos de última geração, como, por exemplo, uma linha completa de fabricação de produtos piloto, para facilitar o desenvolvimento e o teste de novos itens, desde o conceito inicial até a sua implantação. O investimento do projeto foi apoiado pela Enterprise Ireland.

A Nestlé possui a maior organização privada de pesquisa de alimentos e nutrição do mundo, com cerca de 30 Centros de Pesquisa & Desenvolvimento, com mais de cinco mil pesquisadores espalhados pelo mundo. Nosso Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Irlandês se beneficiará da rede global de P&D da Nestlé e ajudará a posicionar a companhia à frente do desenvolvimento de produtos nutricionais infantis e maternais, um dos drivers de crescimento mais importantes da Nestlé. Com este novo centro, aumentaremos o ritmo de nossa capacidade de inovação, permitindo que nossos cientistas explorem soluções nutricionais inovadoras para os primeiros mil dias cruciais da vida", comentou Thomas Hauser, Head de Desenvolvimento Global de Produto e Tecnologia da Nestlé, no evento de inauguração.

Dan O´Callaghan, Head do novo Centro de P&D, declarou que "entre a nossa planta piloto e laboratórios, instalamos equipamentos de processamento de alimentos e instrumentos analíticos de última geração. Complementaremos também nossas atividades internas por meio de programas de pesquisa colaborativa com universidades irlandesas e com a Teagasc – a Autoridade de Desenvolvimento Agrícola e Alimentar. Isso permitirá que nossa equipe multifuncional de cientistas de pesquisa desenvolva a próxima onda de produtos nutricionais inovadores para atender às demandas das gerações futuras".