ARROZ

Broto Legal constrói nova fábrica em Uruguaiana



25.10.2019 - 03:34

A Broto Legal Alimentos investiu perto de R$ 40 milhões na construção de uma segunda fábrica no município de Uruguaiana (RS). A unidade é de beneficiamento de arroz branco e a localidade da planta é estratégica para exportação e crescimento da marca na região Sul. A nova fábrica gerou 150 empregos. Outra novidade da segunda fábrica de Uruguaiana foi o investimento em silos de secagem e armazenagem, que oferece aos agricultores da região um serviço para guardar até dois milhões de sacos de arroz. “Os produtores plantam, colhem e a Broto Legal guarda o produto nos silos, secamos o arroz e a ideia é que o produto já seja comprado pela nossa operação. A capacidade total é de 100 mil toneladas de armazenamento de arroz por ano”, destaca Lázaro Moreto, CEO da Broto Legal.

“Inicialmente, a fábrica vai operar com volume de seis mil toneladas mensais de arroz em casca, mas, a fábrica já está pronta para receber ampliações por módulos, aumentando a fábrica horizontalmente, e depois, através dos mezaninos. Em 2020, já temos projeto para primeira ampliação, que deve dobrar a produção desta unidade” disse Moreto.

Até o início de 2018, a companhia já contava com fábricas de feijão, em Campinas, e de arroz branco e integral, em Porto Ferreira, ambas no estado de São Paulo. A primeira unidade de Uruguaiana é focada em arroz parboilizado. No total, a nova planta de Uruguaiana tem previsão de entregar 72 mil toneladas/ano de arroz, para somar à operação de 210 mil toneladas/ano de Porto Ferreira e 24 mil toneladas/ano de parboilizado da primeira unidade de Uruguaiana, sem contar o beneficiamento de feijão da unidade de Campinas. A Broto Legal já exporta para Estados Unidos, Peru, Bolívia, alguns países africanos, e agora está de olho em novas praças com boa aceitação do arroz brasileiro.