PÁSCOA

Setor acredita em recuperação



11.01.2018 - 02:44

Segundo números da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) foram geradas aproximadamente 23 mil vagas de trabalho temporário em indústrias e lojas especializadas em todo o Brasil para atender a demanda de ovos e produtos de chocolate neste período.

O setor considera um resultado positivo, um sinal de recuperação do mercado. Em 2018, o número de empregos registrado foi 5,9% inferior que nos seis meses que antecederam a Páscoa de 2017. Na comparação entre a Páscoa de 2017 e 2016 o volume de vagas temporárias caiu 15%. De acordo com o presidente da Abicab, Ubiracy Fonseca, o setor se recupera de anos ruins.

“O balanço do primeiro semestre do setor de chocolates já mostrou uma produção praticamente estável no comparativo de 2017 para 2016. A expectativa é que os dados do segundo semestre acompanhem o crescimento do mercado”, reforça. As vagas de serviços temporários são para produção nas indústrias, promoção e venda de produtos, no período de outubro de 2017 a março de 2018.