ABICAB

Empresas auditadas garantem 'Pró-Amendoim'



14.09.2017 - 12:51

O 16º relatório do programa da Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e derivados (Abicab) atesta que todas as empresas auditadas pelo selo “Qualidade Certificada Pró-Amendoim-Abicab” estão em conformidade com a legislação nacional. O selo garante que os produtos ofertados pela indústria estão isentos de Aflatoxina - substância tóxica e cancerígena produzida por alguns tipos de fungos.

Através de uma empresa parceira a Abicab realiza inspeções periódicas tanto nas instalações quanto nos produtos feito com amendoim com o intuito de garantir a segurança. “Processos em conformidade garantem às empresas o selo Pró-Amendoim", afirma Ubiracy Fonseca, Presidente da Abicab.

O estudo realizado durante todo o último ano revela que as empresas participantes submetidas aos testes de produtos e que abriram as portas de suas fábricas para auditoria estão dentro dos padrões exigidos pela legislação brasileira. Ainda segundo o relatório, nos 16 anos do selo Pró-Amendoim, foram abertos mais de 100 processos junto aos órgãos competentes, envolvendo quase 70 empresas nacionais.

Para garantir o selo as empresas passam por avaliação periódica de Boas Práticas de Fabricação e Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle, realizada pela DNV-GL Business Asssurance Avaliações e Certificações. Além disso, trimestralmente são coletadas amostras aleatórias de seus produtos diretamente dos pontos-de-venda, analisadas pelo Laboratório de Micotoxinas (LAMIC) da Universidade Federal de Santa Maria - RS, credenciado pelo Ministério da Agricultura, acreditado pelo INMETRO e pela ANVISA. As empresas associadas ao Pró-Amendoim 2016 são Agtal, AmenBra, Da Colônia, Dori, Kuky, Malta & Rezende, Santa Helena, Valencio e Yoki. Em 2017 a Guimarães tornou-se nova participante, enquanto a Arlindo Valencio deixou de fazer parte do programa.