AMENDOIM

Produtos de amendoim têm aumento nas vendas mesmo com crise



21.05.2009 - 03:12

Apesar da crise financeira mundial ter se intensificado no setor de alimentos, as empresas fabricantes de produtos à base de amendoim já prevêem aumento no consumo durante o ano. A expectativa é de aumento na exportação e geração de cerca de três mil empregos.

Um dos fatores relevantes para o desenvolvimento da indústria de produtos à base de amendoim no País está no aumento da safra da oleaginosa. O Brasil tem solo e clima totalmente adequados à produção do grão. Em 2008, a colheita de amendoim atingiu a marca de 305 mil toneladas, e a expectativa para este ano é de alcançar 330 mil toneladas, um aumento de mais de 8%.

A indústria fabricante dos produtos à base de amendoim estima que em 2009 sejam movimentados R$ 1,375 bilhão, o que significa um crescimento de 10% em relação a 2008. Segundo o vice-presidente da área de amendoim da Associação Brasileira da Indústria de Chocolate, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB), Renato Fechino, a crise financeira mudou o comportamento do consumidor, que passou a fazer um planejamento financeiro e a investir em produtos mais acessíveis, que é o caso dos produtos à base de amendoim.

Este crescimento no setor também se deve ao aumento das exportações, que tem a paçoca e o pé-de-moleque como campeões de vendas, principalmente na América Latina e Japão, e o mercado brasileiro já está competindo com países fortes exportadores dos produtos, como a Argentina. Em 2008 foram cerca de 1.800 toneladas de produtos industrializados exportados e para 2009 há uma expectativa de crescimento de 60%.

O período das festas juninas - considerado o melhor momento da indústria para a venda de produtos à base de amendoim - deve aumentar ainda mais o faturamento da indústria. As vendas realizadas em maio e junho chegam a representar 28% da venda total do ano (cerca de 45 mil toneladas) e devem ainda crescer cerca de 50% no período. Com as festas, estima-se que sejam gerados neste ano mais de mil postos de trabalho na indústria e um total de cerca de 16 mil empregos diretos.