ISM 2015

Sweet Brasil consegue US$ 42 milhões em negócios



26.02.2015 - 02:44

Denominado Sweet Brasil o projeto setorial de promoção e exportação desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos - Apex-Brasil conseguiu levar 17 empresas nacionais à Feira Internacional de Doces e Confeitaria – ISM 2015, na Alemanha.

Os negócios gerados na feira somaram US$ 42 milhões, o melhor desempenho nos últimos cinco anos. Durante o evento, realizado no início de fevereiro, os negócios fechados renderam US$ 9,7 milhões. Já os negócios futuros para os próximos 12 meses poderão chegar à ordem de US$ 32,2 milhões, crescimento de 71% comparado com a Feira ISM 2014, quando as prospecções atingiram a ordem de US$ 18,9 milhões. “A ISM 2015 foi muito importante para os empresários brasileiros que puderam negociar com compradores do mundo inteiro. Cada ano conseguimos conquistar mais espaço no mercado internacional. Estou muito satisfeito com os resultados”, analisa o vice-presidente de Exportação da Abicab, Romualdo Silva.

O Projeto Sweet Brasil contou com a participação das empresas Aladim, Arapongas (Prodasa), Berbau (Munarfrey), Candy Pop, Chocolates Garoto, Docile, Dori, Embaré, Harald, Indústria de Torrone Nossa Senhora de Montevergine, Nugali Chocolates, Peccin, Pompéia, Riclan, Santa Helena, Simas e Vonpar Alimentos. Nesta edição estiveram presentes 1.513 fabricantes de 65 países, 8% a mais que em 2014 -- e mais de 37 mil empresários de 141 países.