RECICLAGEM

Cargill coleta seis mil litros de restaurantes KFC



04.07.2017 - 02:01

Através da marca de óleo Liza a Cargill já coletou seis mil litros de óleo vegetal usado em cinco restaurantes da rede KFC em São Paulo. A quantidade é resultado do primeiro ano de parceria da KFC com o programa Ação Renove o Meio Ambiente. A ideia é aplicar a ação nas cidades de Belo Horizonte, Salvador e Rio de Janeiro. “Além de fornecer o produto como matéria-prima para os restaurantes, queremos cuidar do resíduo gerado pelo uso de nossos óleos. Por meio do Programa Ação Renove o Meio Ambiente, conseguimos dar um destino mais nobre para o óleo usado, ele é coletado e transformado em produtos sustentáveis como o biodiesel”, afirma Fernando Janizello, Analista de Sustentabilidade da Cargill Foods Brasil e responsável pelo programa.

A Cargill forneceu, em 2016, material de comunicação exclusivo, um sistema de rastreamento e gestão online e uma certificação para os restaurantes participantes, afim de garantir a destinação final ambientalmente adequada ao resíduo de óleos e gorduras utilizados nas cozinhas dos restaurantes. Os funcionários das unidades também receberam um treinamento específico para conhecerem a forma correta de se fazer o descarte sem causar impactos ao meio ambiente. “Após um ano de parceria, nos orgulhamos de termos sido pioneiro neste programa da Cargill e reafirmamos nosso compromisso com o tema para o futuro. O KFC tem a sustentabilidade em sua estratégia e por isso apoia iniciativas como estas. Para nós, é muito importante que os fornecedores como a Cargill, escolhidos através de criterioso processo de Qualidade e Segurança Alimentar, apresentem também diferenciais comerciais, logística e de inovação, agregando valor adicional à parceria. Desta forma ratificamos nosso desejo de uma parceria duradoura e continua para suportar nossos planos para o desenvolvimento da marca no Brasil”, afirma Cesar Antonelli, Head de Qualidade e Supply Chain KFC.

Criado em 2010, o programa Ação Renove o Meio Ambiente tem como meta oferecer ao consumidor uma alternativa prática e sustentável para o descarte ambientalmente correto do óleo de cozinha usado. O programa busca parcerias com redes de supermercados, empresas e ONGs para implantação de mais de 600 pontos de coleta de óleo residual em oito estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul). Desde a implantação do programa já foram arrecadados mais de 1,5 milhão de litros de óleo residual, volume suficiente para poluir até 37,5 bilhões litros de água potável, o que representa o volume de água necessário para abastecer as necessidades básicas da população da cidade de São Paulo por 28 dias.